2.1.08

Sorte

Era começo de namoro. Para Jane, Fábio era definitivamente o melhor homem do mundo. Abria a porta do carro para ela entrar, puxava a cadeira para ela se sentar, dizia sempre ‘por favor’ e ‘obrigado’. Em dias mais monótonos, ele aparecia com pequenos presentinhos. O encanto do começo de namoro já durava mais de um ano.
Marta, melhor amiga de Jane, acompanhava cada nova peripécia de Fábio. Sabia de todos os detalhes daquele namoro. Sabia que o som do ronco dele era suave. Sabia que ele nunca deixou respingar xixi na privada. Sabia dos pequenos mimos que surpreendiam Jane. E também das suas habilidades sexuais.
Jane descrevia com riqueza de detalhes a perfomance sexual do rapaz. A mão pesada, mas sempre cuidadosa. Os movimentos firmes. Certo dia, até mediu em centímetros o amor que ele tinha por ela. Chegando em casa, ligou para Marta e compartilhou a marca de 18,7 cm, com 5cm de diâmetro. Era muito amor.
Quando saíam com outros casais, Jane e Fábio despertavam inveja. Trocavam carinhos, beijinhos, segredinhos, inhos e mais inhos. Ao lado dele, Jane sentia-se uma princesa, a mulher mais feliz do mundo. Uma sortuda.
Com o tempo, passou a sentir pena das outras mulheres. Nenhuma tinha um Fábio pra ela. Não imaginava como podiam ser felizes e completas sem um Fábio. Mesmo as que tinham namorado eram alvo da piedade de Jane.
- Tadinha da Dete. O Osvaldo nunca deu flores pra ela, acredita?
Fábio dizia pra ela parar com isso, que pena é um sentimento ruim. Mas era incontrolável.
- Acredita que o Carlos esqueceu do aniversário de um ano e três meses com a Shirlei?
A pena de Jane foi aumentando e logo se transformou em culpa. Não se achava mais digna de ter um homem tão bom. O que ela havia feito pra merecer tanto? Não era tão diferente de outras moças. Cabelos longos, corpo ajeitado, sorriso largo, personalidade fácil e uma mão ótima para doces. Fábio sim estava acima de qualquer outro homem. Até seus mínimos defeitos eram qualidades.
Um dia, não suportando mais a agonia de ser a mulher mais feliz do mundo em meio a tantas frustrações femininas, Jane decidiu terminar tudo. Havia surtado. Pegou o carro sem se dar conta de que eram três da manhã e voou para a casa do futuro ex. Enquanto estacionava em frente ao prédio, viu Marta sair pelo portão de mãos dadas com Fábio. Trocaram um beijo longo, um abraço nervoso e intenso, e então se despediram.
Jane ficou ali, parada, sem reação alguma. Sentia o peito explodindo, o rosto corado, o sangue correndo. Era felicidade. Estava aliviada por saber que Fábio não era assim tão perfeito. Agora sim sentia-se digna do amor dele. Voltou pra casa e dormiu como não fazia há noites.
ilustração biita de claudio frança.
ah. a gente quer dizer muito obrigada a quem visitou o blog em 2007. foi um ano de novidades, surpresas e comentários fofos. beijos e feliz 2008 a todos:)

34 comentários:

Dan disse...

Texto "fódão" :)
Parabéns e feliz 2008 pra vcs! Que em 2008 vcs escrevam muito maaaaais!
Beijos =*

Caloã Novellino disse...

Um texto espetacular, onde não podia ser melhor descrito que mulheres não gostam de caras perfeitos, e sim dos safados!

Impressionante. São elas que fazem de nós quem nós somos.

Bjos Docinhos!
www.valedoseulixo.com

Leka disse...

observação ao comentário acima: não gostamos de homes safados, e sim gostamos de homens normais! só isso
Enquanto o texto foi do caralho

byEmanuele disse...

Uie.....
Eu tenho um homem "quase" perfeito...
Ainda bem que é "quase" se nao, ja iria ficar com a pulga atraz da orelha!!
hehehe!!

Barbaro o texto...

Auguri pra 2008!!!!!

Emanuele

Giovana disse...

Não adianta. A gente gosta mesmo é dos canalhas, hehe! Bonzinho só se fode...
Bjo meninas, um 2008 cheinho de sucesso pra vcs!
;-)

Anna disse...

Ha ha... espetacular... só pra variar né ... Parabéns e um ótimo ano pra vcs

Elisa disse...

Há mtas Martas no mundo.

Um ótimo 2008 pra vcs tb!


besos.

LoO Melo disse...

aaaa, o que dizer?
adorei!

já li e reli todas as postagens do blog, viciei em Redatoras de merda.

Feliz 2OO8

;*

Duas disse...

ei, caloã:)
achei engraçado sua interpretação do texto, pq em momento algum pensei que a moral da história estaria ligada à predileção feminina pela canalhice masculina:) tanto que demorei a decidir quem seria a pessoa 'perfeita' da história: ele ou ela. de qq forma, o assunto canalhice é legal. vou pegar como dica:)beijo.

darsh. disse...

Eu já ia dizer que o Fábio não existia, porém o final do texto me surpreendeu!
E o pior é que não sei se digo que a Jane foi burra ou não... fiquei confusa.

bruno disse...

quem quer perfeição mesmo?

laura disse...

o errado é mais gotoso

Wolverine Logan disse...

Ahahahahaha!!!!!!
Homem perfeito é um ser mitológico que só deve existir lá pras bandas da ilha de Utopia.

Wolverine Logan disse...

Uma pergunta!
Ela precisava fazer tanta propaganda do cara pra amiga Marta?

olney disse...

Pois é, propaganda (elogio) demais atrapalha, só desperta mais a cobiça de outros(as).
Agora, se sentir "culpada", não merecedora de uma pessoa "perfeita", tb é bobagem, não? Só pode ser doença, não creio que existam muitas pessoas assim...
De qualquer forma, mais um texto maravilhoso!
Espero que vocês DUAS continuem escrevendo muita "merda" durante todo o ano.
Parabéns!

Claudia Pessanha disse...

Acabei de "esbarrar" no blog de vcs! Estão de parabéns. Muito mesmo. To add nos favoritos p estar sempre acompanhando as atualizações!

BJinhussssssss.

everson disse...

legal o texto :)

Dr. Banner disse...

Ele fez o mesmo comigo, o safado.

bic azul disse...

Feliz ano novo, meninas!

Que vocês continuem escrevendo coisas boas que nem esse conto.

Propaganda feminina é a alma do negócio. ;)

Dois grandes beijos.

manoela disse...

Acabei de descobrir o blog e adorei!!! Parabéns!

Dedinhos Nervosos disse...

Eu atropelaria os 2 e aí sim, voltaria para uma linda noite de sonhos perfeitos heheeh

JblN disse...

Foda!

como os outros, né.
Clap clap clap pra todas as ilustraçoes tb. ahsuahusa.

adoro!

Revisora do p... disse...

É, parece que os assuntos se parecem em vários lugares. Amores, relacionamentos, vida. Gostei do blog, vou sempre passar e comentar por aqui. Passa lá no meu tb.

Mono disse...

Blog espetacular. Cheguei nele por acaso ma vou ter que passar aqui sempre. Parabéns.
Abraços
Mono

Ice Ice Baby disse...

Muito bom o blog...conheci hj e já vou colocar nos meus favoritos em breve!

Parabéns pela criatividade e boa escrita!

Bjs, Camila

Anônimo disse...

Interessante a história.

Mas com certeza entre eles não houve o amor, pq se não ele não teria feito o que fez e ela deixado de fazer o que poderia fazer.

Só acho que ela tem um ego muito grande. ;)

Legal o texto. :)

Beta disse...

Acabei de descobrir esse blog e já viciei!!!
Esse texto é bom demais!
Por que a gente nunca tá satisfeita com o que tem???
:o)

duh.amaral disse...

Não tava imaginando um final pra esse texto, mas confesso que me espantei com tal desfecho! Báárbaro!

Michelle Monteiro disse...

Não tive o prazer de visitar o Blog em 2007, mas essa com certeza não será a minha ultima visita. Pra ser exata será aprimeira de muitas, adorei o que lí, espero um dia conseguir colecionar tantas coisas boas assim... Parabéns pelo excelente trabalho!!!

Bruno Reis disse...

adorei a inspiração rodrigueana do texto. essa é uma das mulheres da zona norte do rio, hehehe.
massa!
beijo

Sissi disse...

Duas, acho que o perfeito é ele. Ou quase. Quase porque perfeito de tudo, não existe. Mas, eu não teria problemas em viver com um homem assim.
Meu namorado é um quase Fábio... às vezes até acho que ele tem outra... Mas, não esquento, desde que ela não ameace o meu espaço, a paz e a felicidade que tenho com o meu namorado. De repente ela pode até estar ajudando ele agüentar as tribulações de uma vida a dois...
Eu não traio mais (porque já traí na vida, sim), por causa da religião. Se não fosse minha religião acho que uma aventura ou encontro casual, quente, forte de vez em quando seria bem legal. Auxiliaria a manter a chama do começo, com meu namorado.
Quanto as mulheres gostarem dos canalhas... Acho que gostamos dos BCs... BC=Bom comedor... Por mais que as histórias e estórias digam que gostamos dos príncipes, acho que somos muito ligadas nos BCs. Os que nos tiram do prumo... Não precisa ser canalha... Pode ser doce e ser um grande BC.
Beijos!!
Excelente 2008 pra vocês!!

jorginho da hora disse...

Ufa! perdi o folégo. Mas o impressionante nos textos de vcs,Às vezes até mais que o nivel poético( Sempre bom ), é a veracidade psicologica. Impressionante. Parabens.
Quando quiserem rir um pouco, visitem meu blog:BOSTAMCITY.BLOGSPOT.COM

p.s: Adoro poesia e estárei sempre aqui. Avisem quando fiserem novas postágens.

Cristiane disse...

Mulheres nunca se contentam com a perfeição masculina, incrível.
Aposto que a Jane, depoi de um tempo, jogou na cara de Fábio essa situação.

Já está na minha lista de blogs.
bj

fada disse...

a prova de q não existe ninguém perfeito...
aff! :(