10.7.06

Sonho de bicicleta


Suas vontades eram as mais simples, e ainda assim não conseguia entender porque era tão difícil realizá-las. Sonhava em ter uma bicicleta para andar nas tardes de domingo, quando fazia sol. Domingos assim deixavam-na mais triste que domingos de chuva. Era o dia em que sentia inveja. Olhava as praças, via mães, filhos e maridos saudáveis vivendo o domingo da forma como sempre quis. Perguntava-se porque não podia viver também.

Era doído ver o sol que entrecortava as folhas formando desenhos dançantes nas calçadas. Só de ouvir o som das risadinhas de crianças sentia vontade de chorar. Meninas magras com suas roupas esportivas cortavam o vento, seus cabelos se enrolavam na sua melancolia. Não parava de se perguntar porque todas aquelas cenas incomodavam tanto. Por que ela não conseguia fazer parte daquele ambiente? Tinha filhos, marido e dinheiro para comprar uma bicicleta, mas sabia que aquele mundo não era para ela. Se comprasse a bicicleta certamente iria empatar um dinheiro para ficar na garagem servindo de abrigo para casa de aranha.

Um domingo ensolarado numa tarde de inverno era, definitivamente, o pior dia que poderia existir. Ligou a TV, jogou-se no sofá e esperou ansiosamente pelo fim do programa.

6 comentários:

Duas disse...

Vc é linda, docinho.

Duas disse...

você que é, mesmo com todas as recentes deformações :)

Xeiceee disse...

Tava fuçando na net..
procurando textos que saibam "encaixar desenhadamente" as palavras.
Gostei desse!!
um "viva" \\o// pra vc (vcS ??)
bjinhos

clara disse...

Esse texto serviria como uma metáfora pra minha vida :-s. Muito bom. Beijo pras redatoras !

Duas disse...

olá clara. faço aniversário essa semana. pedi uma bicicleta de presente :( obrigada pela visita. bjos

Bruno R. disse...

insatisfação com a vida, mesmo sem saber como ou pq.
essa doença não é rara.