8.2.08

Pressa


Descobri que posso inventar tudo novo, sem repetir com você o que já vivi. Penso em você e me vêm idéias malucas na cabeça e coloco os pés juntos para jurar que nunca fiz isso com outro alguém. Estou espantada com a capacidade de renovação que eu nem sabia que tinha. Tem um nome bobinho pra isso, que não gosto, mas que dizem que é inspiração. Inspiração me lembra algo muito brega, sempre imagino um pintor sentado num parque, numa paisagem francesa, pintando um quadro sem graça, piegas.

Mas estou muito feliz e isso, claro, me assusta um pouco. Porque sou afobada, ansiosa, minha vó dizia isso enquanto eu comia a massa do bolo antes de ele entrar no forno. E depois ficava ali de guarda, olhando o bolo crescer. Como aquilo demorava. Acabei de lembrar de outro episódio que mostra o quanto sou ansiosa. Ganhei uma galinha de presente quando fui passar férias no sítio da minha tia. A galinha estava chocando uns ovos e, segundo minha tia, os pintinhos iriam nascer em pouco tempo. Mas quem disse que eu deixava a pobre galinha chocar os ovos? Toda hora ia lá perto para ver e tirava ela do ninho. Tá, eu era criança e crianças são meio abestalhadas de vez em quando.

A verdade é que não sei mais me comportar no modo de espera. Quero tudo pra agora e já. Me vêm à cabeça todas os ditados, metáforas e provérbios próprios para o momento. Devagar se vai ao longe. O apressado come cru (mas eu adoro sushi). Quem espera sempre alcança. Vou respirar fundo e tentar conter meus milhões de impulsos para não sair atropelando o tempo. Sei que isso assusta e espanta. Mas só entenda que é uma vontade de viver muito e que há tempos eu não sentia. É como a fome. A sede. Quando estão grandes, você só pensa na saciedade.

Se puder entender isso, fico mais tranqüila. Aí poderei voltar a ser quem realmente sou. Nem tão normal, nem tão maluca. Mas o suficiente para deixar que tudo aconteça no tempo certo. Seja lá o que isso quer dizer.
Ilustração do Galvão: www.vidabesta.com

19 comentários:

byEmanuele disse...

A anciedade faz o mundo girar, faz as coisas acontecerem! Tb esta muito ligada a curiosidade e a vontade de inovaçao!!

Anormal seria deixar as coisas acontecerem sem pressa nenhuma, pois colocaria a sua "vontade" em questao.

Eu sou uma bulimica de vida...
Mordo ela, como ele como se fosse a unica coisa que eu tenho na vida?? Mas nao é verdade mesmo????
heheheh

Texto sublime!

BEIJAO

SkateComMédia disse...

Anciedade é eu lendo seu texto, bem apressado, no trabalho, com a telinha bem pequena, saboreando sua ansiedade e querendo chegar no ponto final.

Laura disse...

eu sei mto bem o que é anciedade..eu espero dias pra ler textos como esse, fico aguniada entrando todo dia no blog pensando
- hj elas postaram ...quer ver? =P

ñ me arrependo nem um pouco pelas minhas crises de anciedade...
no final SEMPRE vale a pena ;)

Anônimo disse...

mas é anSiedade, d'accord?
beijos! PS.: texto como sempre muito bacana!
t+

byEmanuele disse...

ooops...

anSiedade!

d'acc!
J'ai l'impression que c'est de ma faute!!
;-p

BISOUS

Ela disse...

é ansiedade, mas sentimos até anciedade!

Gostei do blog, redatoras! Não são de merda não! :D

vou linkar lá no meu,
beijoca!

Ju disse...

adorei o texto me vi dentre dele..srsrs Muito bom mesmo, sempre estou passando por aqui.
bjus

srta. rosa disse...

Eu sofro de Ansiedade e AnCiedade também. Acho que a gente vai ficando mais velho e tendo mais pressa de fazer as coisas... rs.

Bacana, viu? Adorei.

bjbj

srta. rosa disse...

Eu sofro de Ansiedade e AnCiedade também. Acho que a gente vai ficando mais velho e tendo mais pressa de fazer as coisas... rs.

Bacana, viu? Adorei.

bjbj

Giovana disse...

Ás vezes me pergunto se um dia vou conseguir esperar as coisas acontecerem no momento certo.
Achei que fazendo 30, conseguiria.
Que nada. Só apresso ainda mais e no fim, dá tudo errado.
Bjo amores!
:-)

Lia Drumond disse...

Ahá!! Tá namorando!

Anônimo disse...

Ai,ai,ai, frio na barriga
beijokas

teo netto disse...

potz...ansiedade é uma coisa que me persegue. Tipo, numa terça-feira, imaginar desesperadamente como vai ser o show de sábado, o que será que aquela pessoa quer conversar comigo, será que vai chover ou vai fazer sol quando eu viajar daqui a duas semanas,o cúmulo do cúmulo foi ler o final do livro que estava na metade por não aguentar mais de aflição.

Adorei o texto!

bjusss

Eloy disse...

com sempre...perfeita com palavras..
vc me espanta..sabia!?
:p

beijo grande!..até mais

Li disse...

sou fã de vcs duas :)

cada texto !!!!!!!

S.A.C. disse...

Minha cara e ansiosa redatora não esquente com o seu jeito o problema não esta em você, o mundo é que na verdade nos maltrata com o seu ritmo lento. Sofro dessa mesma impaciência.

Bruno R. disse...

ansiedade às vezes é até bom pra não deixar as coisas virarem pasmaceira. mas, como diria seu miagy, a paciência é um virtude, pequena gafanhota. =P

Xan disse...

Impressionante como eu me acho nesses textos, li com tanta pressa que passou um filme na minha cabeça, lembrei que eu tambem comia a massa do bolo ,e comia o bolo quente e minha mae dizia que ia dar dor de barriga mas eu nem ligava. haha
e quem tem pressa faz mais coisas, acredito eu.
e botei o blog nos meus favoritos com a mesma pressa que li o texto. bom demais!

Anônimo disse...

honoraria cuts designs curriculum centrally vacancies subordinated earthquake substantial antiviral referral
masimundus semikonecolori