24.11.05

Tampa

Por hoje, decidi terminar tudo que comecei.
Decidi responder o e-mail daquele amigo que se mudou faz tempo. Escreveu pra mim um mês atrás,perguntando como estou. E falar de mim tá me dando uma preguiça.
Tomei vergonha nessa cara cheia de ácido e creme para os olhos e também gravei um cd, que baixei da internet nem sei quando.
Brinquei com meu gato durante os 15 minutos recomendados por uma revista feminina.
Saquei um livro que criava raízes no meu baú-mudo e li páginas, páginas e páginas. Até marquei a última lida, coisa que nunca faço, quando com sono deixei 300 e poucas folhas caírem sobre meu rosto. Já sem ácido a essa altura.
Visitei parentes, arrumei o armário, cataloguei os cds, deletei arquivos velhos do computador, organizei fotos antigas, apaguei nomes da minha agenda.
Fechei as tampas do xampu, do condicionar, da pasta de dente, do creme para os olhos, do ácido para o rosto.
Fiz tudo certinho, como meu pai sempre disse que deveria ser. Mas nem assim achei a tampa pra fechar esse pensamento insistente, que me fez passar o dia arrumando compulsivamente tudo que via pela frente, na esperança de resolver a única bagunça que estava fora de meu alcance.
Amanhã vou me sentir melhor. Ou patética. Mas pelo menos meu quarto está uma beleza.

8 comentários:

fernando disse...

a cara da valeria...

Gux disse...

Apenas 15 minutos? Coitado do Spoc... Pare de ler revistas como essa e continue escrevendo. Com pausas maiores para Spoc, claro.
Bêjo

Radael disse...

li. e gostei muito. vcs são ótimas. e foi mal ter demorado tanto pra ler...

Kamile disse...

Cheia de ácido e creme para os olhos é ótimo. Parabéns gata! Gostei muito. Fiquei me imaginando interpretando o primeiro texto. O lááááá de cima.

Duas disse...

Vai ensaiando. Quando você vier ou eu voltar à Itapeta's city, você se apresenta pra mim:) Bjão, amore.

Alexandre Carvalho disse...

Conheci hoje este blog e estou gostando até agora.

Girl disse...

Parece a minha postagem...hehehe

O ruim mesmo, é qdo a bagunça está dentro de nós,qdo nos vemos perdidos e não conseguimos cessar pensamentos...
O ruim é saber que o quarto vai estar arrumado,mas que a desordem dentro de nós permanecerá lá sem soluçao.

Denise disse...

As nossas vidas deveriam ser tão fáceis de arrumar como nossos quartos né??
Pelo menos eu sempre penso:
Vou mudar minha vida.. começo arrumando meu quarto, quando acabo já estou cansada e adio a arrumaçao da minha vida, sempre é assim...

Beijão meninass!! ;**