30.11.06

Aniversário de um ano - nossa declaração de amor ao blog.


Ó, docinho, fez um ano o nosso blog. Adorei conseguir manter isso, escrever de 15 em 15 dias, com poucos atrasos, nenhum furo e muito orgulho dos nossos poucos e fiéis leitores. Podemos chamar de conquista? Pra mim foi até mais. Exorcizei alguns fantasmas, troquei a análise pelos textos e oba, economizei. Conheci pessoas novas que conhecem mais de mim do que minha própria mãe. Com o Redatoras de Merda, abri uma caixa de pandora, acho que daqui não deixa mais de sair nada. Também não tô ligando se pensarem pô, esse menina só fala dela mesma, que coisa chata. Gostei muito de conseguir escrever sem precisar ter um job na frente. Querido blog, parabéns pra você.

___________________________________________________


Lembra quando começamos a trocar textos que escrevíamos quando vinha a vontade de gritar? Lamentamos fazer isso com pouca freqüência. Daí surgiu a idéia do blog. Afinal, bem ou mal, sabemos conviver bem com prazos e obrigações. E transformamos escrever em um dever de casa, uma terapia, uma diversão. Lembra no início, como sentíamos vergonha de postar? Do frio na barriga? De descobrir que alguém lia?! Meu Deus, alguém lia aquilo, ai, socorro. E ainda lê. Depois ainda comentaram. Ficamos tímidas, mas felizes que nem crianças. Ainda ficamos, na (e de) verdade. Quando ninguém comenta, falamos “ninguém tá lendo porra nenhuma” e caímos na gargalhada. Obrigada, brógui por me aproximar de mim, da docinho e de pessoas fofas que apareceram no caminho.
(docinho, meu texto ficou maior que o seu pra manter a tradição, tá?)

ilustração: vlad paiva. adoramos:)

11 comentários:

Everson disse...

eu demoro, mas leio :)
beijos

sil disse...

desejo muitos anos de merda pra vcs.

bjs.

Anônimo disse...

parabéns pra este blog q eu amo tanto!! não desisti da idéia do "livro recorde de vendas". ah! já ia me esquecendo... eu posso organizar a festinha de um ano, se vocês duas quiserem e deixarem... :O)
Bjs. bbl.

Anônimo disse...

Amo voces muito. Continuem escrevendo sempre, assim me sinto mais pertinho.
Pagabens!
Ju

José Arnaldo disse...

Caraca, consegui achar o endereço, pois o meu navegador daqui não tem, que dizer, não tinha.

Domingo ensolarado, e eu aqui na agência. Precisava achar algo, e tive que mexer, remexer para encontrar vocês. Pronto, achei, já li e postei. Não tenho opinões intelectuais para oferecer, mas com certeza este é um blog muito sincero e, principalmente, despretencioso. Assim como vocês duas.

Sites pseudo poetas, pseudo jornalistas ou pseudosejaláoquefor enchem o saco. Por isso, eu peço, escrevam sobre vocês, sempre. Não há coisa melhor do que ver a vida de uma pessoa descrita com tanta simplicidade.

Parabéns. E que estas felicitações continuem por muitos e muitos anos.

Bjs.

Karol disse...

Parabéns, meninas. Isso aqui é muito divertido. Mesmo não comentando muito, tô sempre na área. Adoro esse estilo meio sex and the city de vcs. A gente sempre se indentifica com alguma história...rsrsr. Bjos pras duas. Anos de vida para o blog (os fãs agradecem).

clara disse...

Parabéns pras redatoras ! Fico semanas sem aparecer, mas quando venho aqui leio tudo numa tacada só. E é sempre muito bom ! Continuem =)

Bruno R. disse...

eu já dei parabéns por flog, pessoalmente, etc. agora vai pelo lugar mais adequado.

eu tomei um susto quando li o primeiro texto de vcs. pra ser sincero nem lembro bem qual era, mas era um sobre um dia da semana - quinta, terça, sei lá. só sei q não parei mais.
qd terminei de ler este primeiro, saí rasgando os arquivos e lendo q nem um animal. um animal atordoado.

fiquei fã, sabem disso. e absurdamente orgulhoso de ter o nomezinho do meu blog ali, do lado dos textos de vcs. uma coisa meio VIP, chique pra porra.
:-)

parabéns, garotas. um dia eu ainda compro o livro de vcs.

Duas disse...

pessoas, fico tão feliz com tantos comentários! confesso que pedi pra bebel e sil sempre postarem e colocarem algo legal sobre a gente. mas, além disso, descobri pessoas que gostam de verdade (não que elas não gostem), como karol, bruno, clara, que sempre passam por aqui e ainda elogiam. e everson, que lê a gente com carinho (claro que por causa da val!). e zé arnaldo, cada vez mais importante e atolado de jobs em sampa, ainda arruma um tiquinho de tempo pra nos visitar, mamis e titia. juju, nossa querida, que nos beija tanto e insiste em ficar longe, mas que a gente ama e lembra todos os dias. todos vocês são tão importantes pra mim. e bruno, o texto é sobre uma terça-feira. esse fui eu que escrevi, e fico ainda mais feliz de você ter gostado. fico sempre surpresa com a quantidade de textos que você consegue produzir, todos bons, sinceros e diversos. o prefácio do livro vai ser seu :) beijos muito carinhos para todos.

elisa

Duas disse...

docinho já falou tudo. e muito bem falado, pra variar.
Como diria Timothy Treadwell, o "homem-urso", eu amo você, você e você também. Amo todo mundo:)

val.

oamareloeonada disse...

há um tempo atrás eu cai - nem lembro como - no flog de vocês. de lá vim parar aqui no blog e fiquei viciada nos textos. adoro todos!