13.6.07

Além da conta



Ela era over. Essa era a melhor forma de defini-la. A começar pelo nome, que era composto e sobrava naqueles espaços de ficha cadastral: Alexandra Roberta. O nariz, os olhos, a boca então, tudo enorme. Os peitos não cabiam em nenhum sutiã, a bunda sobrava nas cadeiras, incomodava quem sentava ao lado. Mas de repente resolvia emagrecer e virava um palito, um filé de borboleta, só sobravam os dentes que apareciam mais que tudo na arcada proeminente. Vivia nos extremos.

Gastava muito, com qualquer coisa, a toda hora. E assim enchia seu armário de bolsa pequena, bolsa listrada, bolsa de plástico, bolsa de couro de vaca, bolsa comprada na feira. E nem me peça para falar das bijuterias, são caixas e caixas cheia de compartimentos, gavetinhas e espaços ocupados por uma infinidade de quinquilharias douradas, prateadas, coloridas. As tintas do cabelo eram demais, sempre muitas, de várias cores, ninguém sabia como iria encontrá-la no dia seguinte.

Sua gargalhada era comprida e interminável. Assim como eram suas histórias. E também sua vontade de amar, que sufocava o pobre coitado que se aventurava a seguir seus passos quase desvairados. Quase porque era inteligente, e muito. Não se podia dizer que era feia. Há quem a ache bonita do jeito que é. Mas eu, com toda a minha simplicidade, não dava conta de agüentá-la. Me cansava rápido de tanta informação que ela transmitia em um curto espaço de tempo. Seus pensamentos eram sobrecarregados de vontades, quereres e por assim serem, de frustrações também. Queria sempre mais e por isso perdia as boas chances que apareciam na sua frente. Porque o que aparecia parecia pouco.

Não consegui ser sua amiga, fui até onde pude. Não sei dizer se era má pessoa, mas para mim não dava. Só não consegui descobrir se ela que era demais ou eu que sou de menos.

15 comentários:

Giovana Duarte disse...

Xi, acho que não seríamos amigas... cê sabe que eu me identifiquei com essa guria aê?
Hehehehe
Tirando a parte de conseguir emagrecer, claro.
:-)

Duas disse...

hahahahaha
giovana, mas vc é sempre tão legal com a gente que tenho certeza que elisa abstrairá seus ãos:)
e docinho, vc é na medida:)

Flavia Melissa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
flavia melissa disse...

oi duas!
caracoles, será que sei quem é essa tchuca?
ou será que ela é tipo uma coisa arquetípica, tipo sandália preta, que toda mulher tem uma?

amei!!!
parabéns de verdade!
beijones :)

Giovana disse...

Ah, gente... depois passem no meu blog e me digam com sinceridade se tô escrevendo direito, pode? Afinal, vir aqui acabou despertando minha vontade de expor minhas baboseiras, rs!
Bjo!

oamareloeonada disse...

eu tenho nome composto que não cabe naqueles quadradinhos de ficha cadastral....poooouuuxa...rs...
ó. conheço um tanto de gente assim. tem que ter uma paciência over pra dar conta.

José Arnaldo disse...

.


As diferenças existem. Aliás, são as imperfeições que fazem nos tornam únicos.



:^I

Johnny Mau disse...

Sempre encontro pessoas demais ou de menos. Nunca achei ninguém equilibrado, no meio.

Bom, sorte da minha namorada. Ela é psicóloga, he, he, he...

Beijos.



http://etcbar.blogspot.com/

prasix disse...

seus textos sao bons demais.
me identifiquei com essa.. será que sou extrema???
rs
bjao


www.fotolog.com/caimeabel

fernanda disse...

eu não consigo ser amiga da maioria das pessoas. adorei o texto. aliás, adorei todos os textos. terminei de ler tudo ontem com a sensação de que vocês dizem exatamente o que eu penso.

também sou uma redatora, de merda. mas, não tenho blog.

beijo.

Ciça Donner disse...

Querer mais nao significa SER mais. De repente vc era muito para ela e nao o contrario.

égua... filosofando domingo a noite??? devo ter bebido demais

Bruno R. disse...

talvez tenha é faltado o equilíbrio na amizade.
mas gente over eu tenho dificuldade de levar a sério. nunca acredito q ela possa ser assim, mesmo. só pode ser papel.
;-)

beijo!


p.s.: estão meio sumidas lá do misq. ;-(

-------# Claudia #------- disse...

Tenho a nítida impressão que vcs se inspiraram na minha pessoa..rs..
Adorei..
Bjo.

Thalmo disse...

ahahahhaahhahahahahhahaaahahahahahahah!!!
Tanto exagero em uma pessoa só? Isso é uma comunidade. Não uma pessoa. Adorei a descrição de cima a baixo. Tão extremista quanto a Alexandra Roberta.
Textaço!
Abraço!

Anônimo disse...

EU SOU O ANÔNIMO DO RIO DE JANEIRO-NÃO CONFUNDAM - QUE ALÉM DE COLABORAR COM CRÔNICAS PARA O MELHOR BLOG DE MULHERES DO BRASIL, TAMBÉM VENDE EMPADINHA DE CAMARÃO E OUTRAS GULHOSIMAS SALGADAS.CADA UMA!!!E AFINAL POR QUE ESTE É MELHOR BLOG DE MULHERES DO BRASIL? SENÃO VEJAMOS:BANHEIRO FEMININO É PRECONCEITUOSO, BAIXAM A PORRADA NOS HOMENS( ALIÁS COISA MAIS ANTIGA QUE ANDAR PRA TRÁS ), NÃO SE RENOVAM E SÃO VERDADEIRAS SANGUE SUGAS DA PARTICIPAÇÃO ALHEIA, POIS É UM BLOG FEITO EM CIMA DAS PERGUNTAS DOS BLOQUEIROS, CANSOU!SERÃO EXPONTÂNEOS?ACHO QUE NÃO.E PAROU NO TEMPO,FICOU CHATO E ENFADONHAMENTE REPETITIVO.
O OUTRO: AS DESASSISTIDAS, CRIARAM MEIA DÚZIA DE CHAVÕES QUE PERDERAM A GRAÇA, ESTÃO MUITO ÓBVIOS E ELAS AGORA, NÃO ENCONTRAM UMA SAÍDA PARA MUDAR.EXISTEM OUTROS NESTES MESMOS CONTEXTOS.AGORA:REDATORAS DE MERDA, DOS QUE EU CONHEÇO É O ÚNICO BLOG FEITO POR DUAS MULHERES QUE NÃO SÃO AFETADAMENTE, FEMINISTA, PRECONCEITUOSAS, E AGORA O PRINCIPAL, FAZEM TEXTOS DE SINGULAR INTELIGÊNCIA E QUE PODEM SER CONSIDERADOS, COMO LITERATURA.É POR ESTA RAZÃO QUE ENVIO-LHES MEUS TEXTOS.PARABÉNS GAROTAS.SE QUISEREM DEGUSTAR UNS SALGADINHOS(RS) DAR-LHE-EIS TRATAMENTO VIP, COM DIREITO A TODOS OS PRAZERES QUE O RIO PROPICIA.QUANTO AOS LEITORES DO BLOG QUE QUISEREM ENTRAR EMCONTNTO COMIGO BASTA MANIFESTAR O INTERESSE.SERÁ UM ENORME PRAZER.MAS ENORME MESMO!